LOSTpédia
Advertisement

Pôster da primeira temporada usado pela ABC

Lost é o assunto relatado neste Wiki, "LOSTpédia".

Lost é uma série dramática da televisão americana que mostra a vida de sobreviventes de um acidente aéreo em uma misteriosa ilha tropical, depois que um voo comercial entre Sydney na Austrália e Los Angeles nos Estados Unidos cai em algum lugar no Pacífico Sul. Cada episódio mostra a vida na ilha assim como uma história secundária sobre a vida de um personagem em particular.

A série foi criada por Damon Lindelof, J. J. Abrams e Jeffrey Lieber e foi filmada, primariamente, em uma locação em Oahu no Havaí. O episódio piloto foi ao ar no dia 22 de Setembro de 2004. Foi produzida pelo ABC Studios, Bad Robot Productions e Grass Skirt Productions e é exibida pelo canal ABC nos Estados Unidos. Sua trilha sonora é composta por Michael Giacchino. Os produtores executivos atuais são Abrams, Lindelof, Bryan Burk, Jack Bender e Carlton Cuse. Pelo seu grande elenco e o custo de se filmar no Havaí, a série é uma das mais caras na televisão.

Sucesso popular, Lost teve uma média de 16 milhões de telespectadores por episódio na ABC em sua primeira temporada e ganhou vários prêmios importantes como o Emmy de Melhor Série Dramática em 2005, Melhor Série Americana pela Academia Britânica de Televisão em 2005, um Globo de Ouro por Melhor Drama em 2006 e Melhor Elenco por uma Série Dramática pelo Screen Actors Guild Award.

Refletindo sua vasta e devota base de fãs, a série se tornou parte da cultura popular americana com referências de sua história aparecendo em outras séries, comerciais, histórias em quadrinhos, revistas de humor, vídeo game e letras de músicas. O universo ficcional da série também foi explorado através de livros, jogos, vídeo game e os jogos de realidade alternativa, The Lost Experience, Find 815 e The Project.

Esta série é sobre pessoas metaforicamente perdidas em suas vidas, que pegam um avião, e caem numa ilha, e se tornam fisicamente perdidas no planeta Terra. E uma vez que ele se tornam capazes de encontrar a si mesmos, eles estarão capazes de achar fisicamente sua localização no mundo novamente. Quando você olha a série como um todo, esta é a conclusão que você chegará. E é o que sempre foi.

co-criador de LOST Damon Lindelof, IGN Entrevista, 16 de Janeiro, 2007


Desenvolvimento

Conceito

Lloyd Braun é conhecido como o homem que criou grande parte do conceito de LOST. Neste momento, em 2003, Braun era o presidente do grupo ABC. Não está claro como ele chegou ao conceito de LOST, mas ninguém além dele, ficou interessado com a ideia. E como parecia estar sozinho. Ele, inexorável com sua paixão pelo que os outros apenas descreveram como um "avião caindo em uma ilha" [1], Braun foi falar com J.J. Abrams. Abrams estava rodando Alias, e não tinha tempo para fazer "The Catch" (uma série que ele estava desenvolvendo) e não possuía tempo para começar uma nova série, especificamente quando LOST, neste momento, possuía um conceito vagamente desenvolvido. [1][2][2]

Antes de LOST se tornar uma série, foi muito bombardeado pela crítica, que dizia que LOST estava fadado ao fracasso. Então quando LOST começava a nascer, Michael Eisner (principal presidente executivo da Walt Disney Co.) disse que este era "um projeto louco que nunca iria dar certo" [2]. LOST foi imaginado inicialmente como "Náufrago: A série".

Personagens

Dos 324 passageiros a bordo, sobreviveram 71 pessoas e um cachorro que se espalharam pelas três partes do avião.

Personagens da Primeira Temporada (2004-2005)

A temporada inicial teve 14 personagens com papéis principais. Naveen Andrews interpretava o oficial da Guarda Republicana do Iraque, Sayid Jarrah. Emilie de Ravin interpretava a grávida australiana Claire Littleton. Matthew Fox atuou como o problemático cirurgião e protagonista, Jack Shephard. Jorge Garcia interpretou Hugo "Hurley" Reyes, um azarado vencedor da loteria. Maggie Grace fez Shannon Rutherford, uma ex-professora de balé. Josh Holloway atuou como o golpista James "Sawyer" Ford. Yunjin Kim interpretou Sun-Hwa Kwon, a filha de um poderoso coreano, com Daniel Dae Kim, como seu marido, Jin-Soo Kwon. Evangeline Lilly fez a fugitiva Kate Austen. Dominic Monaghan atuou como o músico drogado Charlie Pace. Terry O'Quinn interpretou o misterioso caçador John Locke. Harold Perrineau fez o arquiteto Michael Dawson enquanto o ator mirim Malcolm David Kelley atuou como seu filho com "habilidades especiais", Walt Lloyd. Ian Somerhalder interpretou Boone Carlyle, gerente de uma agência matrimonial e meio-irmão de Shannon.

Personagens da Segunda Temporada (2005-2006)

Durante a série, alguns personagens foram sendo tirados para novos entrarem com novas histórias. Boone foi o primeiro personagem principal a ser tirado no final da primeira temporada ao morrer. Walt se tornou convidado especial depois de ser sequestrado, eventos do final da primeira temporada. A saída de Shannon nos primeiros oito episódios da segunda temporada após sua morte acidental, abriu espaço para os novatos, Mr. Eko Tunde, um padre nigeriano e ex-traficante interpretado por Adewale Akinnuoye-Agbaje; Ana Lucia Cortez, uma segurança de aeroporto e ex-policial interpretada por Michelle Rodriguez e Libby, uma suposta psicóloga clínica interpretada por Cynthia Watros. Ana-Lucia e Libby foram tiradas da série no final da segunda temporada após serem mortas por Michael. Michael deixa a série provisoriamente após sair da Ilha.

Personagens da Terceira Temporada (2006-2007)

Na terceira temporada, Henry Ian Cusick passou de artista convidado para ator principal como o solitário ex-soldado escocês, Desmond Hume, assim como Michael Emerson no papel de Ben Linus, o líder dos Outros ex-membro da DHARMA. Junto deles, três novos atores entraram para o elenco regular: Elizabeth Mitchell, como Juliet Burke, uma médica de fertilidade e uma dos Outros e Kiele Sanchez e Rodrigo Santoro como o casal golpista de sobreviventes Nikki Fernandez e Paulo. Eko foi tirado no começo da temporada após ser morto pelo Monstro, Nikki e Paulo no meio sendo enterrados vivos, e Charlie no final, morrendo afogado após sua morte ser premeditada durante toda a temporada.

Personagens da Quarta Temporada (2008)

Na quarta temporada, Harold Perrineau retorna ao elenco principal para reprisar seu papel como Michael Dawson, agora um pai desesperado por redenção pelos atos cometidos. Junto com eles, os novos atores - Jeremy Davies, como Daniel Faraday, o nervoso físico que tem interesse na ilha; Ken Leung, como o sarcástico médium Miles Straume e Rebecca Mader, como Charlotte Lewis, uma antropóloga determinada e bem sucedida de passado misterioso - juntaram-se ao elenco. Depois de misteriosamente desaparecer com seu pai falecido na floresta, Claire não voltou como personagem regular na quinta temporada. Michael foi tirado do elenco quando seu personagem morreu. Ao fim da temporada, aparentemente Jin morre.

Personagens da Quinta Temporada (2009)

Na quinta temporada, não houve nenhuma adição ao elenco principal. Após alguns episódios, descobre-se que Jin está vivo, e logo no episódio seguinte, Charlotte morre em consequência das viagens da Ilha no tempo. Locke então é assassinado, mas seu intérprete, Terry O'Quinn, continua na série interpretando o Inimigo do Jacob. Perto ao fim da temporada, Daniel é morto e Juliet explode uma bomba na última cena, deixando o destino de Jack, Kate, Sawyer, Jin, Sayid, Hurley, Miles e dela mesmo desconhecido.

Personagens da Sexta Temporada (2010)

No começo da sexta e última temporada, são adicionados três personagens que costumavam ser secundários nas temporadas anteriores: Nestor Carbonell se torna membro do elenco principal quando já fazia aparições especiais desde a terceira temporada como o misterioso personagem que nunca envelhece Richard Alpert; Jeff Fahey estava na série desde a quarta temporada interpretando Frank Lapidus, o homem que deveria ter pilotado o voo 815 e Zuleikha Robinson, presente desde a quinta temporada como Ilana, a enviada por Jacob, também é adicionada ao elenco. Além dessas adições, Emilie de Ravin retorna à série interpretando Claire, mas os personagens antigos Desmond e Juliet acabam saindo do elenco principal.

Vários personagens secundários já ganharam um papel de destaque ao decorrer da trama: na segunda temporada, Rose Nadler e Bernard Nadler, o casal recém-casado, interpretados por L. Scott Caldwell e Sam Anderson, ganharam um flashback depois de estarem juntos novamente. Danielle Rousseau, uma francesa que aportou na ilha a 16 anos atrás interpretada por Mira Furlan, tem um papel importante na série, mas nunca ganhou um flashback, apenas cenas durante as viagens temporais da séries. Alguns dos Outros, como Tom (M.C. Gainey), Ethan (William Mapother), Goodwin Stanhope (Brett Cullen), Alex Rousseau (Tania Raymonde) e Karl (Blake Bashoff) já apareceram em flashbacks assim como na história normal. Na terceira temporada, Naomi Dorrit, a líder nada confiável, interpretada por Marsha Thomason caiu de paraquedas e faz parte do cargueiro que estava perto da ilha. Igualmente aos outros, Christian Shephard, interpretado por John Terry, faz o pai de Jack e Claire e já apareceu na ilha e em flashbacks de vários personagens.

Em sua sexta e última temporada, a série contou com 14 personagens principais, entre eles, 9 são da 1ª Temporada, e participaram como principal em quase todas as temporadas. Nenhum personagem principal é da 2ª Temporada, pois todos que entraram como principal nessa temporada morreram. Um é da 3ª Temporada, outro é da , nenhum é da 5ª Temporada e três são da 6ª Temporada.

Elenco

Artigo Principal: Lista do Elenco

Muitos dos papéis da primeira temporada foram resultado do gosto dos produtores executivos sobre os atores. O personagem principal Jack era previsto para morrer no primeiro episódio e esperava-se que fosse interpretado pelo ator Michael Keaton. Entretanto, os executivos da ABC acharam que Jack deveria viver. Antes que fosse decidido que Jack iria viver, Kate era para surgir como a líder dos sobreviventes; seu papel era para ser mais parecido com o de Rose.

Dominic Monaghan fez o teste para o personagem de Sawyer, que, na época, era para ser um golpista urbano bem vestido. Os produtores gostaram da performance de Monaghan e mudaram o personagem de Charlie, que na época era para ser um ex-roqueiro de meia idade, para ele. Jorge Garcia também fez o teste para Sawyer e parte de Hurley foi escrito para ele. Quando Josh Holloway finalmente fez o teste para Sawyer os produtores gostaram do jeito que ele interpretou - Holloway chutou uma cadeira quando esqueceu suas falas e ficou bravo no teste, seu sotaque sulista, então mudaram o personagem para ajustar ao ator.

Yunjin Kim fez o teste para Kate, mas os produtores escreveram o personagem de Sun para ela e o de Jin, interpretado por Daniel Dae Kim, para ser seu marido. Sayid também não estava no roteiro original. Locke e Michael foram escritos com seus atores em mente. Emilie de Ravin, que interpreta Claire, era originalmente para ser apenas uma artista convidada.

Na segunda temporada, Michael Emerson foi contratado para interpretar Ben "Henry Gale" apenas por três episódios. Seu papel, que era para ser curto, foi extendido para oito episódios por sua bela interpretação e finalmente para as terceira, quarta, quinta e sexta temporadas inteiras.


História

Equipe de Produção

Time dos roteiristas de Lost

Houve numerosas mudanças no quadro de escritores criativos por atrás do enredo de LOST desde sua estreia até os dias atuais. Paul Dini esteve com LOST desde o seu início, e estava presente à pré-estreia de LOST no Comic-Con 2004. Adam Horowitz e Edward Kitsis se juntaram ao grupo de escritores ainda na metade da 1ª Temporada. Javier Grillo-Marxuach já não escreve mais para LOST, embora tenha participado do Lost Experience. Jeph Loeb entrou como co-produtor executivo na 2ª Temporada. Recentemente Brian K. Vaughan chegou como escritor para a 3ª Temporada. Muitos dos escritores são conhecidos por seu trabalho tanto na televisão como na indústria de revistas em quadrinho.

O Departamento FX, originalmente localizado na Califórnia, foi movido mais tarde para o Havaí. Os escritórios da Grass Skirt Productions foram transferidos das salas do prédio empresarial Dole Cannery para o Estúdio de Cinema do Havaí. Na mesma época, os principais sets de filmagem fechada que ficavam no antigo Edifício da Xerox próximo ao Dole Cannery, que incluem os sets onde eram filmadas as cenas das Cavernas, também foram transferidos para o estúdio de cinema do Havaí onde os sets de filmagem do interior do Cisne e da estação A Hidra foram criados e filmados. [3] [4]

Os outros locais de filmagem, com algumas exceções, são localizadas exclusivamente na ilha de Oahu no Havaí. [5] As exceções são o interior do aeroporto dos episódios Pilotos, e as cenas debaixo d'água em "Whatever the Case May Be", filmadas no sul da Califórnia próximo a Hollywood [6], e a Caverna dos Ursos, filmada na grande ilha do Havaí.[7]

Jack Bender é um produtor executivo, e junto com Jean Higgins, completa o topo do ranking dos membros da equipe que reside no Havaí junto à de produção, embora Carlton Cuse, um dos principais responsáveis por rodar Lost, frequentemente viaje da Califórnia para estar com a equipe no Havaí. Bender assim atua como o principal diretor residente para os episódios, embora Lost possua uma gama extensiva de diretores convidados.

Marketing

Lost é reconhecido como um programa de televisão que foi fortemente integrado com uma interação multimídia entre a série e os fãs, muitas das quais foram pioneiras na televisão. Entre estas, incluem o uso significativo da internet, incluindo o ARG (Lost Experience), podcasts oficiais, fóruns oficiais, episódios disponíveis para assistir tanto em iPods como na internet por meio do site da ABC, e uma vasta gama de sites feitos por fãs da série. Lost também é reconhecido por combinar todos estes estilos de interação para alcançar o que alguns descrevem como estado "viral".

Influência de Lost

Lost (junto com Desperate Housewives e Grey's Anatomy entre outros) é frequentemente creditado por ter ajudado a "reavivar" a ABC em sua criação, na temporada de 2004-05 [8]. Antes disso, a ABC estava ficando para trás de outras redes de televisão devido a seus espetáculos derivativos impopulares e de baixa audiência. Graças a Lost e a outros programas desta temporada, a ABC pôde se tornar uma das emissoras mais fortes e permaneceu assim desde então.

O sucesso de Lost também gerou tentativas subsequentes de várias redes de TV em criar séries de drama com enredos contínuos, especialmente com o esquema de flashbacks e o elemento mistério, como The Nine [9] e Daybreak próprias da ABC, embora dramas consecutivos tendam a ser menos populares, e por isso menos lucrativas.

Prêmios Recebidos

Artigo Principal: Prêmios

Veja também IMDB - Lost.

Transmissões

EUA

Lost sempre foi transmitido pela rede de TV americana ABC. A ABC, uma emissora da Disney, detém os direitos de transmissão de Lost.

Abclogo large.jpg

Antes da segunda "mini-temporada" da 3ª temporada, Lost era exibido todas as quartas às 9/8c. Mas depois, decidiram passar Lost para 10/9c para escapar da briga pela audiência com o programa da Fox American Idol, que deixava Lost com sua audiência em baixa, embora ainda não estar claro se isso foi devido ao horário, a pausa, ou ao interesse dos fãs no enredo da 3ª temporada.

Lost também esteve disponível no site da ABC no dia seguinte à exibição. Desde a segunda "míni-temporada" da 3ª Temporada, a ABC tem mostrado as histórias passadas dos personagens de Lost, que durante a data do novo episódio, são exibidos quatro novos míni-episódios (que tem de quatro a meio minuto de duração) disponíveis no Site. Estes míni-episódios mostram um pouco da vida dos personagens antes da queda em ordem cronológica.

Canadá

Lost pôde ser visto originalmente em duas diferentes redes de TV no Canadá. A primeira, a CTV é transmitida em inglês às 7:00pm ET nas quarta-feira. A segunda, a SRC é dublada em Francês nas quarta-feira 7:00pm ET com reprise aos sábados às 10:30pm ET.

A emissora CTV do Canadá tem sido concorrente da ABC, enquanto na SRC eles estão meia temporada atrás. Com a pausa e depois a mudança de horário, os canadenses assistem Lost antes dos americanos: a costa leste do Canadá tem visto Lost 2 horas, e às vezes 3 horas, antes da ABC transmitir. Com as mudanças de horários e de dias das semana na quarta, quinta e sexta temporada, a CTV foi mudando de maneira correspondente.

Lost Experience e os países envolvidos

O Canal 7 da Austrália e o Canal 4 do Reino Unido também participaram do ARG - The Lost Experience (TLE), junto com os EUA pela ABC, com blogueiros oficiais, como: The Lost Ninja do Canal 7 na Austrália, e The Other Girl do Canal 4 no Reino Unido, que formavam um trio junto com Speaker, o blogueiro americano que trabalhava para a ABC. Glyphs e pistas nestes blogs e em eventos "ao vivo" foram encontrados em todos os três países durante o jogo.

Brasil

Rede Globo

Desde 2006 a Rede Globo transmitiu a série no Brasil desde 05 de fevereiro de 2006. As partes 1 e 2 do episódio Piloto foram apresentadas como um filme as 23h40[3]

A estreia da série foi um sucesso absoluto: 29 pontos na grande São Paulo - um feito ótimo considerando o horário, o dia de estreia (domingo) e o fato de ser um produto estrangeiro.[4] Os demais episódios foram transmitidos todos os dias, por volta das 00h50 - após o Jornal da Globo, em um bloco destinado a séries estrangeiras na emissora que a época era a maior rede de televisão do Brasil. A segunda temporada foi transmitida apenas em fevereiro de 2007[5], a terceira temporada em fevereiro de 2008 - incluindo o episódio de recaptulação Lost: A Tale of Survival[6], a quarta temporada em janeiro de 2009[7], a quinta temporada em janeiro de 2010[8] e a sexta temporada em 2011[9].

Ao longo dos anos a dublagem da série sofreu alterações como na terceira temporada com a troca de estudio de dublagem. Apesar disso, em algumas emissoras afiliadas, a Globo disponibilizava o closed caption e função SAP para que pudesse ser assistida com áudio original e legenda. Todavia, havia um imenso delay em relação a transmissão original.

AXN

A transmissão original de Lost na TV fechada foi feita pela AXN entre 2005 e 2010.

Demais transmissões e streaming

A TNT reprisou a série em meados de 2016[10]

Lost oficialmente no Brasil foi ofertada via streaming via Terra TV com disponibilidade de episódios diária, logo após a transmissão na Globo. Todavia, nas transmissões modernas, a primeira oficial foi via Netflix por volta de 2011[11] onde deixou o catálogo em meados de 2018[12], depois sendo assumida pela Globo Play em 2021[13] e pela Amazon Video em 2020[14]. No ano de 2021 foi assumida pelo Star+ que é o serviço oficial da Disney[15].

Outros Países

Lost é transmitido em muitos países e atinge os seis continentes. Suas datas de exibição são muito próximas às dos EUA, como na Suécia, que geralmente está apenas um episódio atrás da ABC. Mas há outros casos, como no Japão, que enquanto nos EUA já passavam a 3ª temporada, ele ainda exibia a 1ª temporada. Alguns países transmitem Lost dublado, enquanto outros o exibem legendado de acordo com as particularidades de cada mercado.

Streaming

Lost foi pioneira no uso de streaming, seja pelo site da ABC e Hulu como também por iniciativa de fans que transmitiam a programação da ABC e da CTV ao vivo, através de equipamentos TiVo através de plataformas como JustinTV a época de sua transmissão original (2004-2010).[16][17]

Mesmo no Brasil, o TerraTV disponibilizava os episódios em seu site, logo após a Rede Globo transmitir, no caso, o canal AXN o transmitir com opção dublada e legendada.[18][19][20]

LOSTpédia

Veja Também

Matérias

Artigos

Categorias

Diversos

Referências

  1. https://ew.com/article/2010/05/07/lost-how-it-began/
  2. https://www.thewrap.com/damon-lindelofs-history-lost-show-he-longed-quit-31281/
  3. https://www1.folha.uol.com.br/fsp/ilustrad/fq0502200606.htm
  4. https://web.archive.org/web/20060209034523/https://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u57567.shtml
  5. https://web.archive.org/web/20061214143728/http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u66361.shtml
  6. https://oglobo.globo.com/cultura/terceira-temporada-de-lost-estreia-dia-26-na-globo-que-exibe-tambem-especial-sobre-serie-3633095
  7. https://www1.folha.uol.com.br/fsp/ilustrad/fq1001200916.htm
  8. https://www.gazetadopovo.com.br/caderno-g/5-temporada-de-lost-estreia-na-globo-c2oa4803s68ddpizojl5veb7y/
  9. http://redeglobo.globo.com/novidades/noticia/2011/02/ultima-temporada-da-serie-lost-estreia-na-rede-globo-partir-de-segunda-7.html
  10. https://ligadoemserie.com.br/2016/09/tnt-series-passa-a-exibir-lost-desde-o-inicio-na-tv-paga/
  11. https://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2011/09/netflix-chega-ao-brasil-por-r-15-por-mes.html
  12. https://streamingsbrasil.com/lost-sera-removida-da-netflix/
  13. https://www.correiobraziliense.com.br/diversao-e-arte/2021/06/4933552-a-serie-lost-esta-disponivel-completa-no-globoplay.html
  14. https://pipocasclub.com.br/2020/12/02/lost-chegou-amazon-prime-video/
  15. https://cinepop.com.br/lost-todas-as-temporadas-serao-retiradas-da-amazon-prime-video-saiba-onde-assistir-a-serie-310360/
  16. https://gizmodo.uol.com.br/tv-como-conhecemos-oficialmente-nao-faz-mais-sentido/
  17. https://super.abril.com.br/historia/lost-e-o-fim-da-tv/
  18. https://www.terra.com.br/diversao/tv/terra-disponibiliza-quinta-temporada-completa-de-lost,2d0802074d88a310VgnCLD200000bbcceb0aRCRD.html
  19. https://www1.folha.uol.com.br/fsp/informat/fr1002201006.htm
  20. http://www.explorando.com.br/filmes-de-graca/

Links Externos


Advertisement